EXCLUSIVO: envolvido no assassinato do professor Valderi Carneiro é membro de quadrilha que assaltou banco no Cariri

Após quatro dias de investigação, uma ação conjunta entre
os homens da Polícia Civil de Campina Grande e Monteiro, conseguiram capturar
todos os cinco envolvidos no crime de roubo praticado contra um agência de um
correspondente bancário na cidade de Prata, no Cariri do estado. O crime
ocorreu na última sexta-feira (10).
Delegado Graciano Danilo
No total, quatro assaltantes foram presos e um
adolescente de 16 anos apreendidos. Destes, três foram capturados em uma ação
rápida da Polícia Militar na BR-412, próximo a Sumé instantes depois do
assalto. Os demais foram localizados na noite desta quarta-feira (15) em uma
ação da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos.
Ao fazer a averiguação da identidade dos acusados, os
policiais descobriram que todos são moradores da cidade de Campina Grande e um
deles, Dialisson Tadeu Vieira Ribeiro de Oliveira,  que tem  22 anos e mora no Jardim Paulistano, já estava
sendo procurado pela prática de outros assaltos e pelo envolvimento no
assassinato do professor Valderi Carneiro dos Santos, de 39 anos, ocorrido no
último dia 09 de julho em um quarto de pousada.
Os demais presos são: Rogério dos Santos Negreiros, de 24
anos, residente no bairro Centenário; um adolescente de 16 anos, residente no
Catolé; Ricardo Miranda da Silva, conhecido como “Ricardo Ladrão”, de 29 anos e
Sérgio Barros de Moraes, conhecido como “Escova”.
Sérgio Barros tem um boxe no Shopping Popular Edson Diniz
em Campina Grande e já havia sido detido outras vezes acusado de integrar uma
quadrilha especializada em assaltos à banco na região.
Sérgio e Ricardo foram presos na operação Rota do Cariri,
comandada pelo Delegado Regional de Monteiro, Graciano Danilo Borba e delegado
Henry Fabio Bandeira (DRF/CG).
Com o bando foram apreendidos 03 revólveres calibre 38,
03 veículos, 01 o cofre da agência com cerca de R$ 30 mil em dinheiro, 01 computador,
04 celulares, 04 chaves de fenda, 02 “pés-de-cabra”, 18 munições intactas e 09
algemas.
Eles foram autuados em flagrante e encaminhados para o
Presídio de Segurança Padrão de Campina Grande.
Selecionamos para você