Massaranduba/PB: coligação de Paulo Oliveira é indeferida, mas defesa protocola recurso no TRE-PB e campanha continua nas ruas

O juiz da 16ª Zona Eleitoral da Paraíba, responsável pela jurisdição do município de Massaranduba, no Agreste do estado indeferiu, ou seja, barrou, a candidatura de releição do atual prefeito da cidade Paulo Oliveira (PHS), alegando que o gestor não tinha condições de concorrer devido a um processo que o mesmo respondeu no ano de 2010, referente a possíveis infrações ocorridas na disputa eleitoral do ano de 2008.
A decisão foi publicada na manhã desta sexta-feira, dia 27, e já foi contestada pelos advogados do candidato que entraram com um recurso no Tribunal Regional Eleitoral. De acordo com Daniel Dalônio, o processo existiu, no entanto, na ocasião, a corte decidiu apenas em aplicar uma multa ao prefeito. “Nestes casos multa não gera inlegibilidade de ninguém. Temos vários casos no país que possuem a mesma característica. Aqui mais próximo de nós, por exemplo, o prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital, que enfrentou vários processos neste sentido, recebeu multa e não teve os direitos políticos cassados” comentou o advogado.
Por causa disso, a campanha de Paulo Oliveira continua nas ruas de Massaranduba. “A lei assegura que temos o direito de continuar com a campanha. Tenho certeza que esse veto será derrubado no TRE. Se preciso for, vamos até o TSE, mas Paulinho é candidato sim” completou Daniel Dalônio.

Selecionamos para você