Membros da Torcida Jovem do Galo são presos acusados no crime de porte ilegal de arma em Campina Grande/PB; dupla foi liberada após pagamento de fiança

Uma ação da Polícia Militar no bairro do Centenário em Campina Grande na noite deste sábado, dia 01 de junho, acabou com a prisão de dois membros da Torcida Jovem do Galo (Torcida organizada do Treze Futebol Clube).

Os dois rapazes foram detidos em uma abordagem da Força Tática do 2º Batalhão de Polícia Militar comandada pelo subtenente Assis nas proximidades do Estádio Presidente Vargas no bairro São José.
Os acusados são Jefferson Silva Costa, de 22 anos – atual presidente da Torcida Jovem do Galo e seu amigo Jonny Alves, de 20 anos.
Com a dupla, os policiais encontraram um revólver calibre 38, com várias munições, que estava em poder de Jeffersson.
Os dois rapazes ainda tentaram fugir da PM, utilizando uma motocicleta, mas foram alcançados pelas viaturas.
A dupla foi encaminhada para Central de Polícia Civil onde serão autuados por Porte Ilegal de Armas.
Ainda segundo Souza Neto, esta foi a segunda vez que o atual presidente da TJG foi detido pela prática do mesmo crime. “Há alguns meses atrás ele foi preso também por porte de armas, cumpriu alguns dias de pena e estava liberado. Agora, foi detido novamente” completou.
Jonny Alves, de 20 anos, foi autuado apenas por Posse Ilegal de Armas, por que estava na companhia de Jefferson que vai responder pelo Porte.
Após serem ouvidos, Jeffersson pagou uma fiança de um salário mínimo e foi liberado. Ele responderá o processo.
Jefferson Silva assumiu a presidência da TJG após o assassinato do ex-coordenador, Wagner Albuquerque, ocorrido em março deste ano.

Selecionamos para você