Prefeito de Patos decreta Situação de Emergência Ambiental após incêndio em lixão

0
261

O prefeito Dinaldinho Wanderley decretou Situação de Emergência Ambiental em Patos, no Sertão do Estado, devido ao incêndio que atingiu o lixão da cidade. O decreto tem a intenção de facilitar o enfrentamento da situação criada pelo incêndio do Lixão, que acomete o local desde domingo (27). O gestor considera que o incêndio pode ser considerado como criminoso e de grandes proporções.

Cerca de 80% da área em que está o lixão de Patos, que tem aproximadamente 5 mil metros quadrados de área, foi devastada pelo incêndio.

A medida, segundo Dinaldinho, foi tomada com base no artigo 167, § 3º da Constituição Federal, que admite ao Poder Público em Situação de Emergência a abertura de crédito extraordinário para atender a despesas imprevisíveis e urgentes. “Temos a necessidade de adquirir novos equipamentos para poder enfrentar situações dessa natureza e por isso, agimos dessa forma”, explicou.

A situação enfrentada justifica a mobilização do Sistema Municipal de Defesa Civil, bem como o Corpo de Bombeiros e demais órgãos de combate a tais sinistros, no âmbito do município. O decreto, por sua vez, autoriza a convocação de servidores públicos municipais e voluntários para reforçar as ações de combate ao incêndio.

Em relação ao Aterro Sanitário, Dinaldinho disse que o Governo Municipal já vem realizando estudos para a identificação de um novo local. O prefeito disse que a sua equipe conseguiu resgatar o plano de saneamento, elaborado no governo passado e colocar em prática as ações, uma vez que nenhuma providência nesse sentido havia sido tomada. “Da forma que estava, o aterro sanitário de Patos nunca seria executado”, disse.

(Com Informações do Click PB)

Selecionamos para você

"