BOMBA: Romero Rodrigues vai se licenciar e deixar tarefa de exonerar 2 mil servidores para Enivaldo Ribeiro

0
740

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, do PSDB, decidiu escapar pela tangente e jogar o pepino de exonerar dois mil servidores prestadores de serviço e comissionados para o vice.

Uma informação exclusiva repassada ao Blog, nesta quarta-feira (08), dá conta que o tucano irá se afastar do mandato, até o próximo dia 20 de novembro.

Durante o período de licença o vice será obrigado a cumprir algumas decisões amargas, as quais Romero foge para não se vincular, que é justamente a exoneração em massa de boa parte de comissionados, seus eleitores.

Segundo uma fonte ligada a Secretaria de Serviços Urbanos da cidade, que foi quem repassou a informação ao Blog, a prefeitura de Campina terá que atender a algumas determinações dos órgãos competentes, que encurralaram a gestão para fechar as contas, ainda este ano.

Ao que leva a crer, a prefeitura não estaria pagando a parte que lhe cabe e teria, até mesmo, já recebido uma notificação da Receita Federal. Os débitos seriam principalmente previdenciários e até FGTS, o que daria em torno de R$ 26 milhões.

Ou o prefeito demite ou pode até mesmo ser preso, confidenciou a fonte, adiantando que a bomba da exoneração vai estourar na mão do vice.

O clima na cidade é de comoção, tendo em vista que, se cumprida ‘a profecia’, serão duas mil famílias que passarão o natal com fome e um réveillon nada próspero.

(com informações do BLOG DO NINJA)