Após exonerações, Maranhão acusa Cartaxo de hostilizar o MDB: “É esse o homem que quer aliança”

0
313

O senador José Maranhão (MDB) não mediu as palavras ao comentar sobre as exonerações de emedebistas da gestão de João Pessoa pelo prefeito Luciano Cartaxo (PSD). Maranhão disse que já esperava atitude do gestor, o que considerou uma perseguição ao MDB.

“Eu estava esperando isso, a perseguição que o prefeito vem fazendo ao MDB, que não se curva a ele. Ora, se o MDB tem um candidato, é claro que o candidato da legenda tem o apoio de todos os companheiros. Esses companheiros que ele demitiu, ele demitiu porque não baixaram a cabeça”, declarou.

Emedebista foi mais além, voltou a falar em pressão do prefeito por apoio à candidatura ao governo e disse que seu partido foi hostilizado. “A pressão era para aderir, como eles não conseguiram aderir, ele demitiu. E é esse o homem que quer fazer uma aliança com o MDB, hostilizando o partido”.

Sobre a recente declaração de Cartaxo que disse que, diante da indefinição da oposição sobre nome para governador, iria focar na gestão, Maranhão foi categórico: “É bom que ele se dedique, porque até agora ele não se dedicou”.

“Primeiro que ele está se acusando de que estava fazendo politicagem dentro da Prefeitura. Agora ele resolveu administrar, foi o que ele disse, em outras palavras”, acrescentou.

 

Blog do Gordinho

Selecionamos para você