Raniery revela preocupação em formação de alianças para o MDB

0
148

O deputado estadual Raniery Paulino (MDB) demonstrou preocupação com a formação de alianças pelo seu partido no pleito eleitoral de 2018. Ele entende e defende que o debate deve ser feito levando em consideração todas as teses e as propostas colocadas por todas as lideranças do partido a nível estadual. De acordo com Raniery, é preciso, acima de tudo, dialogar.

“São preocupações que devem ser consideradas. A tese do deputado Veneziano não pode ser descartada, assim como a de Manoel Júnior, como tem a tese do MDB de candidatura própria. Temos que tratar com franqueza, e nos diálogos é assim dentro do MDB. Eu não faço parte dos que criam o terrorismo no MDB, eu fui o deputado que pregou a candidatura própria do MDB nas eleições passadas”, afirmou durante entrevista concedida ao programa Correio Debate, da rádio Correio Sat/98FM.

O deputado também revelou que ainda existe um cenário de muita indefinição na política paraibana. “Sendo sincero, é um cenário de muita indefinição na política na Paraíba. O calendário é favorável ao MDB, que não carece de prazo para desincompatibilização. Eu tenho certeza que Ricardo deixa o governo”, disse.

Segundo Raniery, uma possível aliança com alguma candidatura também é possível, no entanto, ele frisou que o MDB tem o seu candidato, o senador José Maranhão (MDB).

“Não é improvável uma aliança mas temos um nome que está disponível e que está rodando a Paraíba e com muita disposição, que é o senador Zé Maranhão. Não podemos desconsiderar essa força de Maranhão”, revelou.

Raniery Paulino não quis comentar sobre a exoneração feita pelo prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), de nomes indicados pelo senador José Maranhão. “Eu não vou fazer a avaliação sobre as indicações, eu acho que é desnecessário esticar esta corda. Até com respeito a Manoel júnior que é vice-prefeito”, explicou.

Selecionamos para você