Mesmo após ter sido ‘salvo’ por Câmara, vereador de Montadas/PB que gravou vídeo se masturbando e publicou em rede social é denunciado pelo Ministério Público

0
240

O Ministério Público da Paraíba sediado em Esperança determinou que o vereador de Montadas, Basto de Militão (PSB), o punheteiro, para se defender de denuncias formuladas pelos atos libidinosos praticados dentro de uma Escola Estadual no município. A informação foi apurada nesta segunda-feira (12) por nosso portal junto a presidência da Câmara de vereadores de Montadas.

O presidente da Câmara Cássio Avelino confirmou a nossa reportagem que realmente o vereador o procurou buscando a ata da reunião que o livrou de um processo de cassação. “Realmente a mesa foi procurada pelo vereador que informou que precisa se defender no Ministério Público sobre o ato praticado”, disse o vereador-presidente.

O vereador pessebista, Basto de Militão (PSB), responde no MP pelo ato de masturbação em uma escola pública. O vereador Sebastião da Costa (PSB) postou em sua rede social um vídeo em que aparece se masturbando na sala de uma escola pública estadual. 2 horas depois de viralizar na internet, o vereador retirou a postagem, pediu desculpas e disse que não sabe como aconteceu, por uma armação politica ele se livrou na Câmara de Montadas de um pedido de cassação, quando os seus companheiros de partido (PSB), partido do governador Ricardo Coutinho, juntaram-se ao vereador Ronaldo Oliveira e saiu nos braços dos correligionários, criando um sentimento de impunidade e de vergonha nos montadenses.

(Com informações do Página1PB)

Selecionamos para você