Após Damião negar rompimento entre PDT e PSB, Lígia afirma continuar com o objetivo de vice-governadora

0
142

O presidente estadual do PDT e deputado federal Damião Feliciano (PDT), havia declarado anteriormente que após o “fico” de Ricardo Coutinho (PSB) e alguns atritos entre PDT e PSB, a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT) teria muito a falar. Nesta quinta-feira (19) a pedetista fez declarações surpreendentes para a política paraibana.

“Digo sempre que continuo no meu objetivo como vice-governadora, defendendo uma bandeira da continuidade. Essas questões político-partidárias vão ser discutidas lá na frente, hoje me proponho a continuar trabalhando muito como vice-governadora”, disse a vice-governadora.

Lígia segue aliada do governador e bastante atrelada ao projeto do PSB, como ela mesmo destacou. “Acho importante continuar com esse projeto, digo sempre que não importa com quem, mas sim o que e como, é essa minha posição”, declarou Lígia.

Na oportunidade, Lígia preferiu não falar sofre o futuro e sequer esboçou algo mais definitivo sobre candidatura, alianças, permanência, contatos com bases ou movimentações. “Não estou discutindo questões de política, de candidatura, agora estou focada no trabalho”, se resguardou a dizer.

Lígia foi posta como pré-candidata ao governo pelo presidente nacional do PDT, Carlos Lupi – que chegou até a oficializar um racha com o PSB de Ricardo Coutinho em âmbito estadual. “Me orgulha muito, gostaria muito de ser governadora. Mas há hora para tudo, de plantar e de colher. Agora estou plantando, estou escutando as pessoas, para depois lá na frente definir”, finalizou.

Selecionamos para você

"