Aplicativos e sites ajudam eleitores na hora de decidir voto na Paraíba

Aplicativos e ferramentas foram desenvolvidos para melhorar o acompanhamento da população sobre os gastos públicos, do patrimônio dos políticos eleitos e a atuação dos parlamentares. Partindo do princípio de que a tecnologia pode ajudar na fiscalização do poder público e na cidadania, algumas dessas plataformas estão disponíveis na internet e podem ajudar os eleitores na hora de escolher os candidatos.

A maior parte das ferramentas são voltadas para o acompanhamento da atuação de deputados no Congresso nacional, mas também há plataformas que contemplam a fiscalização da evolução do patrimônio dos políticos eleitos desde a última eleição, ou para saber se algum perfil no Twitter ligado a algum político é um robô.

Segundo o superintendente da Controladoria Geral da União (CGU) na Paraíba, Gabriel Wright, a tecnologia ajuda neste momento eleitoral porque faz com que o cidadão ele se interesse e fiscalize mais, por ter facilidade de obter infromações.

“Muitas vezes, informação dada de qualquer forma ou informação dada apenas com dados contábeis é muito difícil pra o cidadão entender. Então ferramentas, softwares que separam documentação, tratam, trazem pra uma liguagem mais cidadã, isso é fundamental”, afirmou.

Conheça:

Jogo Eleitoral

jogo eleitoral 2018 — Foto:  G1

jogo eleitoral 2018 — Foto: G1

O Jogo Eleitoral traz as respostas dos candidatos ao governo da Paraíba sobre 10 temas específicos, importantes para a sociedade, em que o eleitor escolhe a pergunta mais adequada para cada uma dos temas. Ao final, a depender da soma das respostas, a plataforma indica qual dos candidatos mais compatíveis com o eleitor.

Quem eu escolho?

Selo quem eu escolho  — Foto: Arte/G1Selo quem eu escolho  — Foto: Arte/G1

Selo quem eu escolho — Foto: Arte/G1

No aplicativo “Quem eu escolho?”, o eleitor tem acesso aos candidatos a deputado federal do estado e quais as bandeiras defendidas por esse candidato. A plataforma ainda leva em consideração o partido, o gênero, a área de atuação do estado, a escolaridade e o patrimônio. O aplicativo atua como um grande filtro, apresentando os candidatos possíveis dentro das preferências.

Capital dos Candidatos

Ferramenta desenvolvido por universitários da Paraíba apresenta evolução do capital dos candidatos brasileiros — Foto: Reprodução/capitaldocandidatos.info

Ferramenta desenvolvido por universitários da Paraíba apresenta evolução do capital dos candidatos brasileiros — Foto: Reprodução/capitaldocandidatos.info

Um aplicativo desenvolvido em parceria pelo Ministério Público da Paraíba e UFCG permite conferir a evolução do patrimônio dos candidatos que declararam bens desde a eleição de 2010 até 2014. A ferramenta Capital dos Candidatos permite que os eleitores confiram quais foram os candidatos eleitos e não eleitos que mais enriqueceram e os que ficaram mais pobres, por cargo eletivo e por estado.

Quem me representa?

Site Quem me representa, criado na UFCG, compara posicionamento dos deputados com o do eleitor — Foto: Reprodução/'Quem me representa'Site Quem me representa, criado na UFCG, compara posicionamento dos deputados com o do eleitor — Foto: Reprodução/'Quem me representa'

Site Quem me representa, criado na UFCG, compara posicionamento dos deputados com o do eleitor — Foto: Reprodução/’Quem me representa’

O site “Quem me representa?”, desenvolvido na Universidade Federal de Campina Grande pelo pesquisador Andryw Marques e os colegas Nazareno de Andrade e João Arthur, auxilia o cidadão a encontrar os deputados que representam os ideais que defende por meio de temas que foram votados na Câmara Federal entre 2015 e 2018.

Voto Retrô

Voto Retrô permite identificar como os deputados votaram em pleitos importantes nos últimos anos no Congresso — Foto: Reprodução/Voto RetrôVoto Retrô permite identificar como os deputados votaram em pleitos importantes nos últimos anos no Congresso — Foto: Reprodução/Voto Retrô

Voto Retrô permite identificar como os deputados votaram em pleitos importantes nos últimos anos no Congresso — Foto: Reprodução/Voto Retrô

Na mesma lógica do “Quem me representa?”, a ferramenta Voto Retrô mostra como os deputados se posicionaram nas últimas votações importantes para o Brasil, tais como Impeachment, reforma trabalhista e a PEC do Teto dos Gastos. É possível, ainda selecionar por bancada em cada estado, por partido e por cada uma das votações em específico.

Observatório do Legislativo Brasileiro

Observatório do Legislativo Brasileiro estabelece notas para os parlamentares e monta um ranking — Foto: Reprodução/OLBObservatório do Legislativo Brasileiro estabelece notas para os parlamentares e monta um ranking — Foto: Reprodução/OLB

Observatório do Legislativo Brasileiro estabelece notas para os parlamentares e monta um ranking — Foto: Reprodução/OLB

O Observatório do Legislativo Brasileiro (OLB) tem por objetivo produzir informações e análises qualificadas acerca do comportamento dos parlamentares no Congresso Nacional, e assim subsidiar as escolhas eleitorais dos cidadãos e a incidência política de organizações da sociedade civil e movimentos sociais. O programa monta o ranking dos 10 melhores e piores deputados a partir de uma metodologia baseada nas atividades parlamentares. Também é possível filtrar pelo estado de cada deputado.

#MeRepresenta

#MeRepresenta é uma plataforma que indica temas de defesa dos candidatos, apontando o mais indicado ao eleitor — Foto: Reprodução/MeRepresenta#MeRepresenta é uma plataforma que indica temas de defesa dos candidatos, apontando o mais indicado ao eleitor — Foto: Reprodução/MeRepresenta

#MeRepresenta é uma plataforma que indica temas de defesa dos candidatos, apontando o mais indicado ao eleitor — Foto: Reprodução/MeRepresenta

Aplicativo que identifica quais bandeiras são defendidas pelos candidatos a partir de assuntos que o eleitor considera prioridades. A ferramenta aponta quais temas o eleitor pode escolher, entre: gênero; raça; LGBTs; povos tradicionais e meio ambiente; trabalho, saúde e educação; segurança e Direitos Humanos; corrupção; drogas; e migrantes.

Pegabot

Pegabot permite ao cidadão identificar se o perfil no Twitter é um robô — Foto: Reprodução/PegabotPegabot permite ao cidadão identificar se o perfil no Twitter é um robô — Foto: Reprodução/Pegabot

Pegabot permite ao cidadão identificar se o perfil no Twitter é um robô — Foto: Reprodução/Pegabot

A plataforma permite o usuário verificar a atividade de uma conta de rede social para saber a probabilidade do perfil ser de um robô. Quanto maior a nota, maior a chance de ser um robô. Por enquanto, a plataforma é integrada somente o Twitter e é eficaz para identificar se um perfil favorável a determinado candidato é um robô.

Selecionamos para você