Sem receber salários: jornalistas do Wscom e Revista Nordeste anunciam paralisação

Home do Wscom nesta quarta-feira (Foto: Reprodução)

Pioneiro no web jornalismo da Paraíba, o Grupo Wscom que também tem a Revista Nordeste como uma de suas empresas, está devendo salários aos seus funcionários há 4 meses. Quase todos os seus funcionários são jornalistas que, nesta terça-feira (13), através de um comunicado assinado por toda a equipe (do Wscom e da Revista), cobraram da diretoria da empresa uma resposta rápida e concreta para solucionar os o pagamento de seus proventos.

No comunicado, os jornalistas afirmam que o proprietário da empresa, Walter Santos, inúmeras vezes disse que o problema seria solucionado, mas nada aconteceu. A nota ainda relata que essa nunca foi a intenção dos jornalistas, mas como a direção da empresa não apresentou nenhuma confirmação do pagamento do soldo, a equipe irá paralisar suas atividades na próxima sexta-feira (16).
Porém, ao receber o comunicado, de imediato a empresa anunciou o desligamento de quatro profissionais (dois do Wscom e dois da Revista Nordeste). Os demais terão nesta quarta-feira (14), uma reunião com a direção do Grupo Wscom.
Lembrando que esta não é a primeira vez que o grupo de comunicação que tem a frente o multimídia Walter Santos, entra em colapso financeiro e os trabalhadores anunciam paralisação. Em 2015 o Sindicato dos Jornalistas da Paraíba abraçou a causa e luta dos profissionais que a época, estava com 3 meses de salários atrasados. O Sindicato colocou um carro de som em frente à empresa e fez um protesto pelo respeito ao trabalho dos jornalistas.
Um perfil no Instagram de codinome Trovão da Notícia trouxe a informação de que o Grupo Wscom está para fechar as portas com as dificuldades financeiras.
Abaixo o comunicado que os funcionários do Wscom e Revista Nordeste enviaram a direção da empresa.
Aviso à Direção do Grupo Wscom e Revista Nordeste
• Viemos através deste comunicado requerer à administração da empresa, uma resposta CONCRETA e RÁPIDA sobre como irá pagar nossos salários e plantões em atraso. 
• Lembrando que de fato são 4 (quatro) meses de salários em aberto. O último salário pago foi o do mês de junho/2018.
• Toda a equipe até o presente momento vem fazendo seus trabalhos de forma impecável, mesmo com todas as dificuldades existentes.
• Chega um momento em que até o psicológico não ajuda, sem citar as dificuldades financeiras que cada um de nós vem enfrentando.
• Essas dificuldades financeiras passam por serviços essenciais para o nosso trabalho, que no caso é energia elétrica e internet.
•  E, sem termos nenhuma resposta CONCRETA por parte da empresa (Grupo Wscom e Revista Nordeste) sobre o pagamento dos nossos salários, não conseguimos mais continuar com os nossos trabalhos.
• Por isso, estamos comunicando a nossa PARALISAÇÃO a partir da próxima SEXTA-FEIRA (16/11), até que a empresa nos apresente de forma CONCRETA, qual solução para essa situação.
• Deixando claro que essa nunca foi a nossa intenção, mas com o atual cenário em que não enxergamos o horizonte, nem sabemos em que norte estamos a navegar; não temos mais como manter o nosso trabalho em dia (na atual situação).
• Ciente de que teremos uma atenção e compreensão por parte da empresa, aguardamos ansiosos uma resposta positiva para a solução deste problema.
Paraíba Rádio Blog
Selecionamos para você