Lei regulariza esportes eletrônicos na PB e jogadores são reconhecidos como atletas

0
112

Práticas de atividades eletrônicas, os chamados eSports, ou esportes eletrônicos,passaram a ser regulamentadas na Paraíba, a partir da publicação da Lei 11.296, divulgada no Diário Oficial desta sexta-feira (25).

Segundo a publicação, entende-se por esporte eletrônico os jogos que, fazendo uso de artefatos eletrônicos, caracteriza a competição de dois ou mais participantes, no sistema de ascenso e descenso misto de competição, com utilização do round-robin tournament systems, modelo de competição onde os participantes são eliminados após um certo número de derrotas, e o knockout systems, sistema de eliminação única ou morte súbita.

A lei ainda determina que os praticantes de esportes eletrônicos passam a receber a nomenclatura de “atleta”, assim como, o dia 27 de junho, passa ser instituído o “Dia Estadual do Esporte Eletrônico”.

Ainda de acordo com a publicação, a lei tem objetivo de tornar a prática deste esporte acessível a todos os interessados, de modo que possa promover o desenvolvimento intelectual, cultural esportivo contemporâneo, levando, juntamente a outras influências das Tecnologias de Informação e Comunicação TIC à formação cultural, propiciando a socialização, diversão e aprendizagem de crianças, adolescentes e adultos.

A Confederação Brasileira de Esportes Eletrônicos (CBEE) surgiu em 2006 e busca profissionalizar os cyber atletas do país. Neste ano, o Brasil receberá, em São Paulo, a o torneio internacional de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) BLAST Pro Series, que já conta com ganhadores brasileiros nas últimas edições.

Selecionamos para você

"