Superintendente da STTP lamenta não ocupação da base da PM no Terminal de Integração de CG

0
68

O superintendente da STTP (Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos de Campina Grande), Félix Neto, criticou a não ocupação da Polícia Militar na base construída para manter a segurança no Terminal de Integração da cidade.

Em entrevista nesta quinta-feira, 11, Félix destacou que é uma infelicidade não haver o policiamento no local e que uma das desculpas para a não ocupação da base, construída em parceria com o Sitrans, foi de que a placa não estaria nos parâmetros da PM.

– Um dos maiores absurdos que pode existir em Campina Grande é aquela história de que que não está tendo polícia no Terminal de Integração porque não havia local adequado. A prefeitura, para colaborar, construiu uma estrutura física e entregou a chave à Polícia Militar. Em dezembro estive com o secretário de Segurança Pública, Claudio Lima, que prometeu ainda em dezembro ocupar a base, e isso foi feito combinado com o coronel Euller. Mas, infelizmente, até hoje, não tivemos a alegria de ver o povo de Campina Grande protegido dentro do Terminal de Integração. Compramos o material e passamos ao Sitrans, que construiu a base. Entregamos com ar-condicionado, banheiro funcionando, mas ainda não a abriram e uma das desculpas era porque a placa que estava lá não estava no padrão da polícia. Mas, nos dispomos em fazer a placa, desde que ocupem a base –reprovou.

As declarações repercutiram na Rádio Correio FM.

Da Redação com Campina é Notícias/ParaíbaOnline

Selecionamos para você

"