Ex-prefeito de Riachão do Bacamarte/PB é investigado por denúncias de locação de carros fantasmas e desvio de recursos

O Ministério Público da Paraíba determinou a instauração de um inquérito civil para investigar denúncias de locação de carros fantasmas, locação de carros pipa em nome de laranjas, desvio de função de servidores e desvio de recursos. As irregularidades teriam acontecido na cidade de Riachão do Bacamarte durante o mandato do ex-prefeito José Gil Mota Tito.

As denúncias chegaram ao conhecimento da promotora Cláudia Cabral Cavalcante através da Ouvidoria do MPPB. Caso comprovadas, as irregularidades poderiam ensejar a prática de ato de improbidade administrativa.

De acordo com as denúncias, os servidores concursados para o cargo de agente administrativo estariam atuando como professores, sendo constatado o desvio de função. Outra irregularidade é a locação de carros fantasmas para as áreas de educação e saúde que não prestavam serviço à comunidade.

Além disso, também há denúncias de locação de carros pipa que seriam de propriedade do filho do ex-prefeito, Gilson Tito, e estariam registrados em nome de laranjas. Outra irregularidade investigada é o desvio de recursos que seriam destinados à construção de uma quadra de esportes no Sítio Cuités. A obra teria sido contratada sem licitação e feita por uma empresa de Riachão do Bacamarte que seria pertencente a Roberto, acusado de ser “laranja” do filho do prefeito.

Da Redação com Click PB
Selecionamos para você