Pacientes denunciam interrupção de quimioterapias no Napoleão Laureano em JP por falta de medicamentos

Vários pacientes do Hospital Napoleão Laureano, em João Pessoa, estão com seus tratamentos de quimioterapia paralisados devido à falta de medicamentos. Os registros são de interrupção dos tratamentos desde o final do mês de fevereiro e foram recolhidos pela reportagem. Segundo informações do hospital, houve um atraso na distribuição dos materiais pelos fornecedores.

Ainda de acordo com o hospital, os medicamentos já foram comprados e quando chegarem, os pacientes serão contatados para continuar seus tratamentos e fazer a aplicação.

A situação preocupa os pacientes, que não têm certeza sobre a continuidade de seus tratamentos, tendo em vista a falta de material para a aplicação. Algumas pessoas enfrentam já uma situação grave devido à doença e agora precisam conviver também com a demora e incerteza no tratamento.

Um homem começou uma campanha através das redes sociais em busca de doação para financiar a compra do medicamento que está precisando. Segundo informou em publicações, o seu tratamento foi interrompido na ultima segunda-feira (11) e ele precisa tomar duas doses do medicamento. No entanto, cada dose custaria R$ 5.300.

Uma mulher, que deveria ter sido submetida a uma sessão no dia 27 de fevereiro, até o momento não tem informações de quando poderá receber a aplicação do medicamento. Lidando com a incerteza na continuidade do atendimento, ela está buscando alternativas até mesmo em hospitais referência no tratamento do câncer em outros estados, como no Rio Grande do Norte e em São Paulo.

Da Redação com Click PB

Selecionamos para você