COPA DO MUNDO: Inglaterra e Japão avançam e Argentina sonha com a classificação

Equipe da Inglaterra é mais uma a garantir classificação (Foto: Reprodução/Instagram/lionesses)

Inglaterra e Japão garantiram vaga para as oitavas de final da Copa do Mundo de Futebol Feminino. A Argentina torce por dois empates nos jogos Camarões x Nova Zelândia e Chile x Tailândia para conseguir avançar no Mundial.

Argentina x Escócia

Foi um jogão! Mas o empate não foi bom para ninguém.

Era o jogo das desesperadas. Argentinas e escocesas precisavam vencer para conseguir uma vaga nas oitavas de final, como uma das melhores terceiras colocadas da primeira fase.

A Argentina estava melhor. Aos 16 minutos, em cruzamento para a área, Larroquette cabeceou no travessão. No rebote, Jaimes chutou em cima da goleira Alexander. Poderia ter sido o primeiro gol do país neste Mundial.

Como quem não faz, leva… a Escócia foi ao ataque. Cuthbert chuta forte, Correa espalma. Na segunda oportunidade, Cuthbert tocou e Little empurrou pra rede: 1 a 0.

No 2º tempo, logo com 3 minutos, após uma bola alçada na área, a camisa 5, Beattie testa firme para o gol, sem chances de defesa para a goleira Correa: 2 a 0. O sonho da classificação estava muito vivo para a Escócia.

Com a Argentina entregue, sem fazer um gol sequer, a Escócia foi além do que podia imaginar. Aos 23 minutos, numa cobrança de escanteio, após a bola bater na trave da goleira Corrêa, Cuthbert, livre, dentro da pequena área, ampliou para 3 a 0.

A reação argentina veio com duas jogadoras reservas. Ippólito puxou o contra-ataque e tocou para Menéndez, livre, invadir a área e chutar rasteiro na saída da goleira Alexander: 3 a 1.

As substituições fizeram bem para as argentinas. Aos 33 minutos, Bonsegundo chutou de fora da área, a bola encobriu Alexander, bateu no travessão, no braço da goleira e foi morrer depois da linha: 3 a 2. Um gol incrível!

Aos 46 minutos do jogo, mais dramaticidade: um pênalti a favor das sul-americanas, marcado com a ajuda do VAR. Bonsegundo foi para a cobrança e desperdiçou, chutando nas mãos da goleira. Mas o mesmo VAR voltou a ajudar as portenhas. A juíza mandou voltar a cobrança porque Alexander tinha se adiantado. Na segunda oportunidade, Bonsegundo encheu o pé no meio do gol e empatou a partida: 3 a 3! Inacreditável!

O empate, porém, não foi bom para nenhuma das duas equipes. A Escócia, com um ponto, já está eliminada. A Argentina, com dois, depende de dois resultados (empate de Camarões x Nova Zelândia e empate de Tailândia x Chile) para continuar no Mundial Feminino.

Inglaterra x Japão

O empate classificava as duas equipes sem sustos, mas a Inglaterra quis vencer.

Jogo entre duas equipes já classificadas para a próxima fase, inglesas e japonesas poderiam ter feito uma partida morna. Mas, não foi assim.

Logo aos 15 minutos, a inglesa Ellen White recebe lançamento, invadiu a área e tocou na saída da goleira. A bola entrou devagar e a zagueira Ichise não conseguiu tirar: 1 a 0.

Nos demais 30 minutos, as inglesas continuaram melhores, buscaram outro gol, enquanto as japonesas – atuais vice-campeões mundiais – mostraram muito pouco para empatar.

No 2º tempo, a Inglaterra praticamente desistiu de atacar, visivelmente se poupando. As japonesas, então, ganharam terreno e passaram a controlar a partida.

A defesa inglesa estava tão sólida que raras eram as bolas que chegavam à goleira Bardsley.

Sem ameaçar, o Japão passou a ser ameaçado. Aos 38 minutos, White recebeu lançamento na área, chegou antes da zagueira e tocou de carrinho na saída da goleira Yamashita: 2 a 0.

A Inglaterra terminou a primeira fase com três vitórias em três jogos, líder do Grupo D. O Japão, com quatro pontos, ficou em segundo lugar e enfrentará ou Canadá ou Holanda nas oitavas de final.

Selecionamos para você