Após denúncias de presidente da Câmara, Prefeitura de Alagoa Nova/PB inicia adequação do lixão do município

Com a cobrança dos moradores a cerca das diversas irregularidades encontradas no lixão de Alagoa Nova, no Brejo paraibano, o presidente da Câmara, Ícaro Teixeira (MDB) acionou o Ministério Público, a Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e a Prefeitura iniciou a adequação do local.

Segundo o vereador, no local havia fogo, que caracteriza crime ambiental, o lixo estava em local impróprio e o chorume, líquido tóxico oriundo da decomposição de resíduos orgânicos, estava invadindo localidades vizinhas.

“Fizemos os registros fotográficos, constatamos as irregularidades, encaminhamos os relatórios à denúncia, ao Ministério Público, ao Ibama e ao Sudema”, explicou o parlamentar ao Blog do Márcio Rangel.

Ainda segundo Ícaro, os órgãos podem ter fiscalizados a Prefeitura e solicitado a adequação, que iniciou na última semana. “A Prefeitura já colocou uma máquina para realizar os serviço”, finalizou.

Selecionamos para você