Defensoria e Ministério Público intensificarão ações em defesa dos direitos humanos na Paraíba

O crescimento expressivo de conflitos fundiários urbanos e rurais na  Paraíba motivou na última quinta-feira (8) uma reunião entre o  procurador regional dos Direitos do Cidadão, José Godoy, o defensor  público-geral da Paraíba, Ricardo Barros e representantes de movimentos  sociais, na sede da DPE-PB.

Durante o encontro, que contou com a participação da subdefensora  pública-geral Madalena Abrantes, da defensora pública Fernanda Peres e  da ouvidora Andréa Coutinho, foram discutidas ações conjuntas quanto aos  referidos conflitos, que incluem, por exemplo, despejos de comunidades  inteiras, seja na Região Metropolitana da Grande João Pessoa, como em  todo o município de Rio Tinto.

“Isso requer dos órgãos que atuam na questão dos direitos humanos uma  ação mais intensa”, avaliou o procurador José Godoy, que agradeceu o  compromisso assumido pelo defensor geral em não medir esforços através  do Núcleo Especial de Direitos Humanos e da DPE-PB como um todo para  contribuir da melhor forma possível.

“A DPE-PB está de parabéns, pois tem atuado de forma cada vez mais  presente, junto às comunidades mais vulneráveis, num valioso auxílio ao  MPF, diante da sobrecarga de demandas urgentes que vimos tendo”,  concluiu Godoy.

Assessoria

Selecionamos para você