Governo do Estado vai ampliar número de escolas integrais na PB em 2020

 

Estado analisa que sistema integral estimula alunos ao estudo (Foto: Cecília Bastos/USP Imagens)

O governador João Azevêdo (PSB) anunciou, nesta segunda-feira (5), que no próximo ano a rede estadual de ensino contará com mais 76 escolas integrais. Atualmente, o estado tem 153 unidades com o sistema, atendendo cerca de 47 mil alunos. Destas, 53 foram implantadas este ano. A ampliação do número de escolas com esse modelo de ensino ocorre devido os bons resultados alcançados desde a implantação das escolas integrais.

Para o governador João Azevêdo, esse formato de escola em tempo integral vem revolucionando a forma do ensino na Paraíba. Ele recordou que este modelo foi baseado numa experiência de Pernambuco.

“Antes tínhamos aproximadamente 40% dos alunos da rede estadual que terminavam o segundo grau e faziam o Enem. Com a implantação das escolas integrais, esse número passou para 95%. Esse aumento nas inscrições do Enem demonstra que os nossos jovens começaram a ter uma perspectiva de vida muito mais consolidada a partir desse modelo de ensino”, observou.

As novas escolas integrais serão implantadas em cidades como: Alagoa Nova, Cruz do Espírito Santo, Riachão do Poço, Sapé, Sobrado, João Pessoa, Bayeux, Cabedelo, Santa Rita, Casserengue, Dona Inês, Serra da Raiz, Tacima, Caiçara, Pilões, Arara, Assunção, Boa Vista, Cabaceiras, Fagundes, Itatuba, Juarez Távora, Pocinhos, Queimadas, Alagoa Grande, Santa Cecília, São Sebastião de Lagoa de Roça, São Domingos do Cariri, Campina Grande, Massaranduba, Barra de Santa Rosa, Nova Floresta, São Vicente do Seridó, Santo André, Boa Ventura, Piancó, Bernardino Batista, Cajazeiras, Sousa, Mogeiro, Pilar, São Bentinho, Pombal, entre outros municípios paraibanos.

“Estamos espalhando as escolas em tempo integral pelo estado e a meta é universalizar esse estudo, ou seja, em cada município queremos ter pelo menos uma escola integral. Tenho certeza que os números, que hoje já se apresentam muito melhores, continuarão avançando, porque esse método veio para revolucionar o processo de ensino aprendizado na Paraíba”, analisou o governador.

Selecionamos para você