Aliado de Cássio não descarta apoio futuro a João Azevedo, mas coloca condições: “Secretários precisam mudar”

Reprodução

O deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) admitiu, na manhã desta quarta-feira (18), a possibilidade de uma aproximação com o governo do João Azevêdo (PSDB) após racha entre o socialista e o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB).

Entretanto, o tucano condicionou um alinhamento político a mudanças nos atuais quadros que compõem a gestão estadual.

Tovar alegou a gestão de Azevêdo é basicamente composta por ex-integrantes do governo Coutinho e isso dificultaria uma aproximação por conflitos de pensamentos políticos diferentes.

“É o mesmo corpo técnico. Apenas mudou a cabeça. E esse mesmo corpo técnico é o que estava envolvido nas denúncias da Operação Calvário. É preciso que mude essas peças fundamentais para que a gente possa adiantar ou dá um segundo passo nessa triangulação administrativa entre Campina Grande e o Governo do Estado”, argumentou.

*Com informações do MaisPB.

Selecionamos para você