Após episódio em São Januário, Vasco entra em campo com faixa de ”homofobia é crime”

Carlos Gregório Jr./Vasco da Gama

Após os cantos homofóbicos no jogo contra o São Paulo, o Vasco entrou com uma faixa apoiando total repúdio contra homofobia.  Os jogadores adentraram no Mineirão com a mensagem dizendo: “Homofobia é crime. Respeito e Igualdade são a nossa história”.

Em São Januário, o árbitro Anderson Daronco paralisou o jogo mediante os gritos homofóbicos das arquibancadas. O próprio treinador Vanderlei Luxemburgo pediu para que os torcedores parassem de chamar o São Paulo de ”time de viado”.

O episódio mostrou que gestos como esse não serão mais tolerados dentro das quatro linhas.

Selecionamos para você