Menina de 11 anos é aliciada, pai finge ser garota e suspeito é preso em Natal/RN

Uma criança de 11 anos foi vítima de aliciamento por meio da internet, na sexta-feira (6), na Zona Sul de Natal. O pai da vítima se passou pela garota e marcou um encontro com o suspeito, que foi levado para a Central de Flagrantes na segunda-feira (9).

De acordo com o pai, a criança começou a receber fotos e vídeos pornográficos do agressor por meio de uma rede social quando estava na escola. A garota denunciou à professora, que contou ao responsável. A partir desse momento, o pai assumiu o celular da criança e chamou amigos e irmãos para o encontro.

Após isso, o aliciador foi levado para a delegacia e em seguida preso pelos familiares da menina. O aliciamento de crianças é tipificado como crime no artigo 241 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), com pena de reclusão de um a três anos e multa. “Aliciar, assediar, instigar ou constranger, por qualquer meio de comunicação, criança, com o fim de com ela praticar ato libidinoso”, diz a Lei 8.069 de 13 de Julho de 1990.

“Ele mandava vídeos, fazia videochamadas nu e pedia a todo momento fotos da parte genital da minha filha. Ele também pedia para ela levar o celular pro banheiro e fazer vídeos tomando banho. Isso me preocupou muito”, afirma o pai da vítima, sem se identificar.

OP9

 

Selecionamos para você