BOMBA: hangar do Governo da Paraíba no aeroporto Castro Pinto foi utilizado para que Ivan Burity trouxesse R$ 3 milhões de propina em avião particular, revela Operação Calvário

Reprodução

O hangar do Governo do Estado da Paraíba, no aeroporto Castro Pinto, na Grande João Pessoa, foi utilizado criminosamente para que o ex-secretário de estado, Ivan Burity, trouxesse, em duas viagens em avião particular, dinheiro de propina, em valores de R$ 3 milhões entre os anos de 2012 e 2014.

A revelação está no despacho do desembargador Ricardo Vital de Almeida, do Tribunal de Justiça, responsável pela Operação Calvário nos casos de investigados com foro por prerrogativa de função.

As revelações foram dadas com detalhes pelo ex-assessor da secretaria de Administração do Governo do Estado da Paraíba, Leandro Nunes de Azevedo, que assinou acordo de colaboração premiada no processo da Operação Calvário.

Leandro Nunes de Azevedo foi o primeiro integrante do Governo do Estado da Paraíba preso na Operação Calvário em fevereiro deste ano de 2019.

Com informações de Marcelo José

Selecionamos para você